Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Espada Fatal

Olhos postos
Circundando
Simulando
O próximo golpe

Mãos hábeis
Mente brilhante
Inquisição impiedosa
Digo que nem Joana D’Arc
Foi tão posta à prova

Pernas ligeiras
Seguindo sempre a sombra
Punhal em punho
Alvo, seta certeira
Campo de batalha
Mostra o teu mal

Nobre feudal
Horror de guerra
Vence convencido
Espada fatal

Fogueira preparada
Combate e elabora o jogo
Político delinqüente
Subordina o povo

Valente mentiroso
Vence enquanto mente
Sempre enganoso
Nojento e asqueroso
Só assim consegue vencer!

Covarde.

Rose de Castro
A ‘POETA’
Rose de Castro
Enviado por Rose de Castro em 02/08/2007
Código do texto: T590398

Comentários

Sobre a autora
Rose de Castro
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 63 anos
200 textos (26067 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/05/21 08:54)
Rose de Castro