Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Emoções...


Euna Britto de Oliveira
www.euna.com.br



Em formas primitivas de comunicação,
Os homens se dizem “Sim” ou “Não”,
Sinalizam pra dizer se vão parar ou continuar...
Demonstram simpatia ou aversão,
Numa versão simplificada de mão e contramão...
Fumaça
Pirraça
Cachaça...
Carimbados com tatuagens,
As mãos molhadas da moça
E o dorso queimado de sol do rapaz.
Doravante, não se falará mais em gigante.
Os homens são todos iguais.
Ai, meu Deus, que medo de gastar dinheiro sem ter!
Dinheiro prático, de plástico...
A empolgação toma conta e aumenta muito a conta!...
Idéias incendeiam!...
Apelos alardeiam,
Desencadeiam multidões...
Nas cidades, há pessoas boas e más.
Em todos os ambientes, há de tudo!...
Nunca fui boa de baliza,
Gosto de uma vaga grande!...
Emoções são traiçoeiras, subjugam.
Dominar emoções é próprio de santos, sábios e heróis.
Com emoções,
Pintores fazem quadros,
Poetas fazem poesia,
Gastam-nas...
Se controlam suas emoções, equilibristas andam na corda,
Atravessam o abismo, fazem o impossível!...
Devem ter um sentido a mais – o sentido do equilíbrio!
 Emoções arredondam meu comportamento para mais,
Vou um pouco além dos limites...
Fortes emoções são solavancos cósmicos
Que desalinham os chakras,
Desandam a rota do ser...
Fujo da paciência de Deus,
Mas Ele me acha!
Espera tanto de mim, e eu, Dele!
Espera tanto por mim, e eu, por Ele!...
Se perco a vontade,
Vai-se a motivação...
Ou a motivação se vai primeiro?!...
Toca o despertador,
Mas estou sem vontade de me levantar.
Faz frio, a cama é quente, convidativa e cúmplice de meu "far niente"...
Sou de dormir tarde a acordar tarde.
Contando as horas, dá no mesmo de quem dorme cedo e acorda cedo,
Então, não é justo chamar isto de preguiça,
É só relógio biológico.
Assusto-me com o gosto do pó da estrada...
Fumar e beber desajudam o ser, enferrujam,  oxidam-no.
Vestir os dedos e os medos...
No Brasil, pode-se atravessar a vida sem usar luvas.
Nos países frios, não.
Experimento o peixe feito na brasa,
E deslembro o anzol que nos feriu...
Focos de luz localizam barcos dentro da noite.
No mar da vida, cada alma é por Deus localizada e iluminada!
Seu Filho Salva!
Cosme é velho e Damião, também!
Quem sou eu e quem é quem?
Na certa, não somos gêmeos, nem iguais.
Entre as pessoas,
Afinidade é uma possibilidade.
Prende-me o gosto predador da liberdade.
Se a vida me sacaneia,
Escaneio a felicidade futura,
E revivo!
Estou toda balançada e misturada por dentro – emocionada.
Desculpa.
Euna Britto de Oliveira
Enviado por Euna Britto de Oliveira em 29/06/2008
Código do texto: T1057101
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Euna Britto de Oliveira
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
995 textos (38067 leituras)
6 áudios (365 audições)
12 e-livros (693 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/19 15:52)
Euna Britto de Oliveira