Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

E agora o poema Tua ausência...

Amanheci triste, outra vez,
cheia de agonia e saudade
Saí, corri.
Enxuguei lágrimas furtivas.
Fingi estar bem.
Anoiteceu...
e lá estava ela, outra vez,
imensa e indisfarçável :
tua ausência !


Flor de maçã
Enviado por Flor de maçã em 10/04/2005
Código do texto: T10682


Comentários

Sobre a autora
Flor de maçã
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil
58 textos (7717 leituras)
3 e-livros (246 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/20 10:49)
Flor de maçã