Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em tempo

Sigo
as fendas abertas
profundas rastejam.

Interrompo
os fortes odores
de lágrimas podres.

Costuro
cirúrgicos versos
cicatrizes e restos.

Roubo
olhares de dentro
coragem do centro.

Injeto
Poemas acesos
vida sem lamentos;

em tempo.
Pupila
Enviado por Pupila em 05/02/2006
Código do texto: T108252
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Pupila
São Paulo - São Paulo - Brasil
730 textos (22915 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/04/21 23:48)
Pupila