Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vôo

Tantos rótulos
Tantas crenças vãs...
Eis-me tonta.
Tonta de tanta partida...
Ao meio, dividida.
Coração novo que canta o que há de vir.
Lágrimas de saudade que ainda não cairam.
Juntos os meus cacos.
Os meus restos e trapos...
REcomponho-me.
Assanho-me.
Assombro-me.
Nada sei além de datas.
Não conheço avenidas, ruas desertas, praças, sinais...
Apenas vou.
Que o destino rebusque meus dias.
Que sejam menos turvos.
Que sejam tênues os caminhos.
Vou, como voa um passarinho.
Alyne Roberta Neves Costa
Enviado por Alyne Roberta Neves Costa em 18/04/2005
Código do texto: T11862


Comentários

Sobre a autora
Alyne Roberta Neves Costa
Salvador - Bahia - Brasil, 49 anos
28 textos (2727 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 14/08/20 14:46)
Alyne Roberta Neves Costa