Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Borboletas Azuis

Agora que encontrei a chave
perdi a porta.
Deve ser por isto que a chuva,
com um aceno de adeus
foi lá, chover em outras terras...

Faço o que com esta chave?
Ensaco. Atravesso avenidas
e lá, onde existem tantas certezas,
desensaco e lustro. Nova.
Sem nenhuma utilidade, mas nova.
Vai para o pregão...

E ao retornar, encontro a porta
Outra coisa inútil...

Já não sei mais porque queria tanto abri-la
se do outro lado já não há mais nada...

Não há não? Ótimo, a porta virará parede
com uma linda prateleira espelhada
e enfeitada de borboletas azuis...

Dora Leal
Enviado por Dora Leal em 08/03/2006
Código do texto: T120194


Comentários

Sobre a autora
Dora Leal
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
510 textos (26800 leituras)
1 e-livros (38 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/04/21 10:45)
Dora Leal