Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HORA DO FIM



Se brotasse o ventre
Boca a fora
E se o repente
Tornasse lance de hora
Viriam vísceras e vísceras
A pulsarem  vivas como jamais
Na vida:
Sangue novo!
Ah, sim...
Umedeça o chão
Pois jamais umedeceras.
Encharquem os pés,
Pois jamais o fizeras,
Brote choro e gozo.

CARREIRA
Enviado por CARREIRA em 17/10/2008
Código do texto: T1234347

Copyright © 2008. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
CARREIRA
São Paulo - São Paulo - Brasil, 60 anos
96 textos (4679 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/05/21 09:35)
CARREIRA