Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ecos da noite

O sol desponta – com sua fome de calor –
e degusta as nuvens úmidas, seres híbridos e lúdicos,
algodão pueril, descanso dos Anjos...
Aporta de sua viagem inter-hemisférios a reclamar seu quinhão de efemeridade,
pois que estrela de mister grandeza.

O sol desponta – com sua fome de calor –
e acolhe a madrugada silente e fria, ora agônica de eternidade...
A escuridão que lhe emprestava a desgraça
não mais reverbera os ecos da noite de seus fantasmas decadentes
ou os gritos de insanidade dos mortais descontentes.

O sol desponta – com sua fome de calor –
e adormecem os temores...
Os mortos descansam, o pesadelo finda,
a lua passeia minguada, a luz é bem-vinda:
a vida renasce dourada!
Nelson Schocair
Enviado por Nelson Schocair em 17/03/2006
Código do texto: T124558


Comentários

Sobre o autor
Nelson Schocair
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
416 textos (361364 leituras)
2 e-livros (327 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 29/09/20 15:07)
Nelson Schocair