Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O VENTILADOR E O VENTO


Ao barulho monótono
Escuto o som de suas pás
Girando ao redor do centro
Empurrando o ar para cá
Tornando frio o que é quente
E seco, o que é úmido.
 
Seu som é tão marcante
Que, mesmo sem vento, é importante
Seu barulho nos vicia
É como lembrança da natureza
O vento batendo no rosto
O momento de prazer intenso
 
De simplicidade à tona com o vento
De andar com os pés na areia
Cavalgar nas ondas no mar
Escutar a sinfonia da concha
Como trombeta de par em par
 
E pra cada um que olhemos
Vemos o som e ouvimos
O agradável vento que nos ensina
Que a vida é bem mais que uma pedra
É uma folha que nunca sai do lugar
Nasce verde e morre seca
E cai vetusta – pela força do vento a soprar.

Pedro Ernesto Prosa e Verso
Enviado por Pedro Ernesto Prosa e Verso em 15/05/2006
Código do texto: T156380
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Pedro Ernesto Prosa e Verso
Fortaleza - Ceará - Brasil
439 textos (12551 leituras)
1 e-livros (13 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/03/21 08:10)
Pedro Ernesto Prosa e Verso