Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LEMBRANÇAS DO MAR

Eu queria morar perto do mar
Para ficar perto do mar
Quando o mar está sozinho...

Há muito,
Encontrei o mar sozinho
E ele abriu a sua alma de mar

E o seu sopro
Penetrou-me a alma transparente
De passarinho silvestre

E voei até os segredos do mar
Que me mostrou as estrelas
Vistas de dia, dos profundos abissais

Contou-me de todos os planos dos homens,
Das suas vagas e procelas
Nos seus dias e noites invernais

Contou-me que viu
As mãos do Criador sobre a Terra disforme
Derramando-o sobre as torrentes incandescentes

Contou-me das suas incertezas no mundo bravio
Quando viu Suas mãos sobre si
Semeando as sementes de toda a vida

O mar disse-me que me viu ainda menino
Anelar pelas coisas do ar
E me perder pelos caminhos secos da Terra...

Há muito que eu não ouço o mar...
Chico Steffanello
Enviado por Chico Steffanello em 05/05/2009
Código do texto: T1576265

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Chico Steffanello
Sinop - Mato Grosso - Brasil, 61 anos
240 textos (28517 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/10/19 18:02)
Chico Steffanello