Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quarto escuro


No quarto escuro revelo
os instantâneos esquecidos do passado
e os vejo disformes
em fotografias corroídas do tempo...
Vilania do tempo – e esse ar malsão do quarto escuro,
de amores antigos e já abandonados...
Ah! Quarto escuro com saudades penduradas
secando lentamente enquanto amarelam
e não as reconheço mais... Fotografias,
instantâneos de mim que não sou eu!
Poeteiro
Enviado por Poeteiro em 18/05/2009
Código do texto: T1600403

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Poeteiro
Santos Dumont - Minas Gerais - Brasil
440 textos (11401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/19 15:37)
Poeteiro