Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
O QUE RESTA

Dos nossos corpos guardei o sal,
Por nosso eterno
Viver,
Na lembrança reinventada
E envenenada pelo tempo.

Dos nossos beijos guardei o som.
Por mais que eu queira
Sofrer,
Resta a fé criança
Do homem passado que hoje sou.

Dos nossos sonhos guardei a luz,
Por rastros vagos.
Crescer
Por esperança
É o que eu faço sem perceber.

Do nosso sangue guardei a fé
Por velhas cruzes,
Valer 
a luta diária,
necessidades de, ainda, acreditar.

Dos nossos passos guardei a trilha,
A poeira levantada.
Viver
É saber da terra e do tempo,
Reunindo os restos de nós dois.

(Escrito em 1986)
William Mendonça
Enviado por William Mendonça em 06/06/2009
Reeditado em 06/06/2009
Código do texto: T1635570
Classificação de conteúdo: seguro

Comentários

Sobre o autor
William Mendonça
Tanguá - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
304 textos (69314 leituras)
17 áudios (7668 audições)
11 e-livros (34203 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 23:26)
William Mendonça

Site do Escritor