Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMARGURA

Miúdo sol de frente a rua
De costas pra ingrata vida,
de lado a altivez da lua,
cobre a triste amargurada ferida.

De solidão espreita a noite,
chegando, invadindo como tormenta,
a ferida exposta ao açoite,
nos olhos boca lamenta.

Miúdo sol se afasta,
lugar pra demônios arrasta,
ao mundo luzes turvas.

Sem primavera, insano,
apertado no tempo mundano,
vago ora frente, ora lado, ora costas.

É SOMENTE UM RASCUNHO...
Osório Antonio da Cunha
Enviado por Osório Antonio da Cunha em 17/06/2009
Código do texto: T1653061

Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Osório Antonio da Cunha
Goiânia - Goiás - Brasil, 44 anos
75 textos (4669 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 21:00)
Osório Antonio da Cunha