Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SUPERVIVENDO ( não diga, sobrevivendo )

Claro que não é possível
contar as estrelas do céu
pois, se uma não for visível
estarás somando ao léu.

Reclamas das dores infligidas
e que relutas em olvidar.
São talhos que abrem feridas
mas cicatrizam, se voltas a amar.

Mesmo que o sol não sorria
ou estando a lua em degredo
adotes como amante, o dia
cases com a noite, em segredo.

Se as flores te cantam cantigas
sigas o pulsar da natureza
baile com estas ninfas antigas
esqueças qualquer incerteza.

Finjas, se quiser -  te esconda
atrás dos  versos que te traíram
e nem notarás que te ronda
o espectro dos que já partiram.

Conte as estrelas
volte a sonhar
aqueça-se ao sol
creia em fadas
plante mais flores
fantasie poemas.
Dionisio Teles
Enviado por Dionisio Teles em 30/05/2006
Reeditado em 30/05/2006
Código do texto: T165975


Comentários

Sobre o autor
Dionisio Teles
Barueri - São Paulo - Brasil, 67 anos
177 textos (54279 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/04/20 18:12)
Dionisio Teles