Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mera Criatura de Deus

Alvorada de um quase epílogo primaveril,
onde vibram acordes musicais,
em algazarras
dos sons agudos e intermitentes das cigarras
desencantadas pelo sol, em céu azul como o anil.

Na contracena, grilam mil guinés!
em concerto sincronizado e contagiante,
marchando cadenciados e suavemente, adiante
a perfilarem-se no aguardar sobras de canapés.

Permitam-me, ó cigarras e guinés!
que a vós junte eu os meus passos,
Que a cada vossa pegada sigam os meus pés.
Que o meu gritar seja eterno como os seus
E, em lugar da retidão,
circular como o compasso
E mais que filho, ser mera criatura de Deus...
Robério Matos
Enviado por Robério Matos em 20/06/2006
Código do texto: T178800


Comentários

Sobre o autor
Robério Matos
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 68 anos
73 textos (3421 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/03/21 12:28)
Robério Matos