Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Atraso involuntário

Atraso involuntário
===============ErdoBastos

Vesti minha camisa mais bonita
Peguei meu agogô e o teu ganzá
Tomei mais um gole da “bendita”
E fui pra avenida te encontrar

Na rua, vejo o bloco da saudade
Na hora que eu pisava no asfalto
Deixei a porta aberta, pra saudade entrar
E o passado, veio e fez o assalto

Gritou: “Mãos ao alto!”
E eu obedeci
Entreguei o coração que ele pedia
Foi por isto, que eu não cheguei aí

Desculpa meu bem
Eu sei que é um horror
A gente esperar
Por quem não vem

Acontece que não dá
Pra se segurar
Num assalto, o samba pede
E a gente dá



ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 29/06/2006
Código do texto: T184200


Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
789 textos (41965 leituras)
2 áudios (132 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/03/21 11:35)
ErdoBastos