Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fim

Olho o céu de lado a lado,
vejo a lua, vejo o sol,
vejo diversas estrelas,
vejo a sombra, vejo a luz,
vejo também a penumbra,
mas aquela minha estrela
que antes havia visto,
por mais que procure agora,
por mais que observe atento,
não consigo encontrar
pois desta vez, para sempre,
o sol tomou sua frente,
interrompeu sua luz.

Sei que agora e para sempre
não a devo mais encontrar
pois a posição do sol
está na frente da estrela
e ela, também distante,
sua luz não mandará
pois saberá impossível
ela, uma estrela invisível,
pequena, frágil, distante,
vencer um sol escaldante,
ultrapassar sua luz.

Assim, sabendo impossível
olhar minha estrela amiga
e tendo que olhar o sol
com sua luz que castiga,
vou ter que me contentar
em me queimar neste sol
pr’o resto da minha vida.

23/05/1977
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 30/06/2006
Código do texto: T185224
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 73 anos
936 textos (292532 leituras)
36 áudios (11287 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 15:40)
Paulo Camelo

Site do Escritor