Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

METAMORFOSE



Caminhante...
Ser passante...
Transeunte...
Ser errante...
Nômade...
Peregrina...
Perambulante...
Cigana...

Passos lentos em direção à vida
Busco meus estigmas vencer


Caminhante, ser passante...
Transeunte, ser errante...


Caminhos longínquos, estradas turvas;
Sigo as caravanas do Saara
Nômade, cigana, peregrina...
Mente de adulta, alma de menina...

 

Pausadamente, vou deixando meu casulo...
A crisálida surge efervescente
Corpo dormente, sensação de desconforto.

As novas formas ajustam-se
Custam a adaptar-se à realidade.
A borboleta não quer despertar
A inércia da fase casular é mais tranqüila


Caminhante, ser passante...
Transeunte, ser errante...


Aumento a velocidade dos passos
Há um festival de imagens
 Que se descortinam,
Diante meus olhos,
Ofuscados pelo lume estrelar.
É a minha vida, quadro a quadro,
Desvendada a mim.


Urge mudanças, transformações necessárias...
É preciso reação, transmutação de ideais...
Novas metas a traçar, objetivos a alcançar...

Caminhante?
Ser passante?
Transeunte?
Ser errante?
Nômade?
Peregrina?
Cigana?

Não mais! Não mais! Não mais!

Metamorfosear esta vida acomodada...
Lutar...Pelear...Arriscar...
Caminhar com passos firmes e corretos...
Crescer, assumir a vida...
Deixá-la nascer outra vez
Romper barreiras,
Quebrar a cavidade alveolar.

Permitir à borboleta o vôo!


Voa borboleta, voa...
Em busca de uma vida melhor!
Seja feliz, muito feliz!


Denise

18 de junho de 2004
 











Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 18/01/2005
Código do texto: T1878


Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 61 anos
11345 textos (952236 leituras)
16 áudios (8940 audições)
311 e-livros (34553 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/06/20 21:34)
Denise Severgnini