Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

a noite




a noite tão noite
desse frio tão frio,
que se faz puro
o negro luto
da saudade.

essa lágrima tão seca, de raiva
de que se faz ira tão quente,
que incendeia indómita a negra cidade fria.

como se houvesse ainda corpo nesta pedra que anda...!

Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 26/07/2006
Código do texto: T202795

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/03/21 21:05)
Constantino Mendes Alves