Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Saudades

Guardo uma saudade quase lírica
Onírica, neste desejo em que ardo
Bardo da minh´alma ainda cívica
Tísica nas angústias na qual tardo

Gentil ode que me visita gritante
Arfante, adentra meu corpo vil
De buril em punho qual amante
Que delirante esculpe versos mil

Escondo a saudade nas entrelinhas
Rainhas nas prosas cantando
E bordando na magoadas linhas

Ah poesia que te quero em mim viva
Altiva e escarlate como sangue de alforria
Agonia essa que me põe a deriva...
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 28/05/2005
Código do texto: T20361

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 65 anos
1101 textos (64491 leituras)
25 áudios (3312 audições)
1 e-livros (254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/07/20 13:32)
Angélica Teresa Almstadter