Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Coragem de ser poeta

Coragem de ser poeta
=====================ErdoBastos

“Os poetas jogam as frases no mar”.
“Na praia do Mar do Tempo, que versos irão chegar?”.
                                                                       Mário Quintana

Sou poeta, em mar de letras imerso.
Arrumador de palavras e rimas.
Um poeta, um fazedor de versos,
dividido, como a luz nos prismas.

Desdobrado em ser o que o verso quer,
não sou eu quem escolho, é a Inspiração.
Inspiro-me homem, escrevo mulher,
digo como sinto, abro o coração.

Este ser sem dono,
é quem manda em mim.
Nela me abandono...
Ela é Deusa, sou Querubim.

Sou poeta, escravo da imaginação!
Preciso ver bem de perto a vida,
preciso sentir cada sensação,
cada emoção que puder ser sentida.

Pra Inspiração me entoar seu canto,
canto do mar, canto da sereia...
Preciso estar entre o riso e o pranto
e ir ao mar e esperar na areia

Provar o doce beijo da vitória,
suportar a derrota sem consolo.
Registrar os sentimentos na memória,
sentir-me sábio, sabendo-me um tolo.

Um tolo poeta, é o que sou na verdade.
Ainda assim, acho que é vantagem.
Quem é poeta, não pode ser covarde!
Inspirar-se dói muito, requer coragem.


ErdoBastos
Enviado por ErdoBastos em 30/07/2006
Código do texto: T205017


Comentários

Sobre o autor
ErdoBastos
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 65 anos
789 textos (41966 leituras)
2 áudios (132 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/03/21 05:24)
ErdoBastos