Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


Linguagem do poeta

Não sei quantas linguas tem
a linguagem desse mundo
mas falo num segundo
que não conto e nem contarei
pouco importa mas eu sei
que quando as letras juntadas
elas se tornam rimadas
nas palavras que criei

Nesta linguagem simplória
de variantes e caminhos
traço meu pergaminho
até o mar lindo da praia
e aquela deusa de saia
balançando suas tranças
dessa linda esperança
da alma embebida em flor
e a conquista do amor
que tem a fiel criança

Na minha simplicidade
ofereço minha linguagem
sorvendo cada imagem
que me aguça e alerta
meu deus é um vivo profeta
a ele agradeço e peço
que nunca açoitem os versos
de inspirados poetas.


Edegar SOARES
Enviado por Edegar SOARES em 07/08/2006
Reeditado em 07/08/2006
Código do texto: T211498


Comentários

Sobre o autor
Edegar SOARES
Balneário Camboriú - Santa Catarina - Brasil, 63 anos
152 textos (25559 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/03/21 11:11)
Edegar SOARES