Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sem título(2)

Escuta Lurdes,

breve é o tempo pretérito,

e já hoje nem resta vago vestígio

da minha passagem em ti.

Hoje levas na lembrança apagadas memórias

de inconsequentes e inúteis encontros,

hoje, segues tranquila e sem mácula o teu glorioso caminho.

Invoco-te Lurdes,

lembro o teu nome, venero a tua imagem ,

tão somente pra te dizer da minha presunção,

da irredutível presunção no direito ao esquecimento,

do teu esquecimento por mim, do meu próprio esquecimento!

Passas-te por mim,

Sem te deteres passas-te…

Passas-te a saber passar, e eu só posso ficar feliz por isso!

A graça de ver-te passar feliz e airosa, essa eu alcancei!





          Dionísio Dinis
Dionísio Dinis
Enviado por Dionísio Dinis em 23/08/2006
Código do texto: T223608


Comentários

Sobre o autor
Dionísio Dinis
Portugal, 58 anos
126 textos (5473 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/07/21 22:34)
Dionísio Dinis