Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quase nada

Tudo o que faço por ti é quase nada..
Porque tanto me fazes sentir querida
Ofertando-me a tua arte e a tua vida...
Para que eu assim me sinta amada...
 
Em longas noites doloridas e solitárias
Em labuta preservante e com paixão
Sempre buscando alcançar a perfeição
Em procura de soluções novas e várias...
 
Para que assim me possas sempre alegrar
E o todos os que a ti confiam suas poesias
Que são a matéria prima da tua sublime arte...
 
E eu com as minhas letras te continue a encantar
Para que sempre sintas no teu coração, as alegrias
De te sentir amado e reconhecido em toda a parte...
 
Dedicado a quem amo e que hoje vai enfrentar uma nova batalha em prol da sua saude, para que saiba que estarei sempre com ele, dando força, fé, coragem e amor. FORÇA MEU AMADO...
Arlete Louro
Enviado por Arlete Louro em 18/06/2005
Código do texto: T25386


Comentários

Sobre a autora
Arlete Louro
Alpiarça - Santarém - Portugal, 63 anos
245 textos (37325 leituras)
3 áudios (202 audições)
5 e-livros (297 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/05/20 22:19)
Arlete Louro