Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ouro de Tolo

Nas horas da noite presente estás...
Vestido fino, e cachos dourados;
Na pele sensual, convite ao amor,
E os lábios sorriem paixão...

Loraley17 noturna de mil encantos...
És anjo de sonhos irrealizados!...
És desafio aos mais resistentes!...
Em tese!... Conduz a eternos prazeres...

Mesmo, inocente Quixote18, resisti...
Mesmo cavalheiro de triste figura....
Mesmo em noites de ócio, eu não conferi...

Ouro de tolo!... Noites de madrugadas...
Rapazes audazes vão conferir...
Cuidados meninos, perigos eu vi!...

Soneto branco: sem rimas.

Rio, 18 de outubro de 2006.


Augusto de Sênior
Enviado por Augusto de Sênior em 18/10/2006
Reeditado em 03/12/2017
Código do texto: T267157
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto de Sênior
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 51 anos
117 textos (66036 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 15/12/17 04:40)
Augusto de Sênior