Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De mim

Tranquei meus versos
Ásperos meus olhos, dias
Visgo que me prendia
Triste que sigo em alma
Sem calma, palavra nua
Navalha o peito encrava
Em sombras a luz estava

Sonhando no que pensava
O nó ata se ninguém lia
Eu me via assim, em mim
Apegado ao que não sei
Recordo o que não fui
Não fui eu

Nesse tempo sem mim
Meus versos a sós eu via
Repetindo o som do silêncio
Na voz oca em meu canto
Nada disso eu entendia
Nada me valia
ANGELO RONCALLY
Enviado por ANGELO RONCALLY em 03/01/2011
Código do texto: T2707056

Comentários

Sobre o autor
ANGELO RONCALLY
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil
46 textos (2738 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/19 06:22)