Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quando os pés falam.


Quando os ouvidos se negam
a escutar impropérios da vida;
quando neles penetram
sons de intensa harmonia;
os pés se mostram
verdadeiros declamadores de poesia;
marcando o compasso da alma
ritmada de imensa alegria.




Os pés são como barbatanas de peixes
que desenham coreografias na água;
movimentos suaves ou calientes
com pressa prá chegar a nada;
os corpos ficam atraentes
a dança é mesmo encantada;
os sapatos ficam eloqüêntes
e cantam versos prás longas saias.
Hermison Frazzon da Cunha
Enviado por Hermison Frazzon da Cunha em 24/06/2005
Código do texto: T27479
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre o autor
Hermison Frazzon da Cunha
São Leopoldo - Rio Grande do Sul - Brasil, 41 anos
103 textos (31571 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 27/10/20 12:44)
Hermison Frazzon da Cunha