Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Chegada ou Partida

Não! Não foi assim tão ruim,
estar entre o sonho e a verdade.
Acordar com frio, sim,
transpondo o portal da saudade.

Não sei se revolta ou volta,
ou, se foi dever de partida.
O que vi de volta à volta
não sei se era morte ou vida .

No meu peito embolorado
saudade com data vencida.
punha-me em dois lados,
de um infinito resumido.

Do lado do ir embora
coube a um hiato de memória
definir, certeira, a hora
de contar e ouvir histórias.

A mão, a mim estendida,
fosse ela de quem fosse
convidava uma ida à vida
mas a asma trouxe a tosse ...

No meio de duas idas
e de uma chegada e meia
uma paixão dividida
calou-se na pré-estréia..

Na casa desta charada
onde sorriu-me o sorriso
um anjo de asa quebrada
sem um pingo de juízo...

...veio, desvencilhar-me da ida
condução em travessia
à chegada da saída
onde o medo se esvazia!

Se alguém por um acaso
também viu este anjo
com um sorriso de ocaso
e olhos que sonham banjos...

...diga-lhe que não o esqueço
dentro da minha saudade!
Ele sabe o endereço
da minha perplexidade.
Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 15/07/2005
Reeditado em 16/11/2005
Código do texto: T34433
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (13051 leituras)
1 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/20 10:55)
Elane Tomich