Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sementes ao Léo.

Das cicatrizes nascem magoas
Mas das dores já não lembro mais
Meu caminho segue em frente
É tarde pra voltares atrás

Nas manhãs do meu dia a dia
Já não há espaço pra o que é fugaz
Ao entardecer sinto chegando à noite
E a sua presença já falta não faz

Desculpe se sou tão sincero
Preciso que saiba já não a amo mais
Você fez em vão nossos dias
Do tempo perdido não posso ir atrás

Perdi tanta coisa bonita
Pedaços da vida que não terei mais
Queria de volta a alegria
Que tirastes de mim de maneira voraz

Jogastes sementes ao Léo
Sem preocupar-se a quem poderia magoar
Esqueceu de pensar que um dia
Em você as sementes poderiam brotar
Matheus Souza
Enviado por Matheus Souza em 13/02/2012
Reeditado em 24/04/2012
Código do texto: T3496775
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria: Matheus Souza www.matheussouza.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Matheus Souza
Taboão da Serra - São Paulo - Brasil, 32 anos
46 textos (1638 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/12/18 11:22)
Matheus Souza