Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ATRAVESSO A MADRUGADA...



Insone, desconfortada,
atravesso a madrugada...

Na cama, a meu lado,
um lugar vazio,
intacto e frio.

Insone, friorenta,
vivo um sonho desolado...

Meu corpo se rebela,
meu coração se revela,
e na luta com a verdade
estoira o balão da saudade!
Meus lençóis bordados
com desejos,
e os cobertores cardados
com beijos
não desenvolvem calor...
Há frio, em vez de Amor!

Insone, insatisfeita,
deixo a cama desfeita...

Passo longe do espelho.
Não quero pedir conselho...
Sou a decepção perfeita!

E com a alma enrugada...
Atravesso a madrugada!
 






 
HELENA BANDEIRA
Enviado por HELENA BANDEIRA em 18/01/2007
Código do texto: T351693

Comentários

Sobre a autora
HELENA BANDEIRA
Portugal
397 textos (11874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/20 09:50)
HELENA BANDEIRA