Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cinza Tempestade

Vejo em você coloridos, flores e sorrisos.
Imagino olhares, gestos e um amor que não existe.
Calo-me diante dos teus olhos
E finjo não ver o seu desejo.
Disfarço minha intenção oculta
Navegando displicentemente em minha palavras
Desenho no ar a vida que eu não posso ser
Mas seu rosto ainda esta aqui com flores e sorrisos
E ainda posso ver sua áurea colorida
Continuo sendo um adivinho dos seus pensamentos
O duende atrás do “coração” de ouro
Impossível, mas imaginável.
Com um caminho aberto, mas inatingível...
Os gestos se tornam amplos quase podendo te alcançar
Mas a ponte que é o amor não esta lá
Continuo vendo flores e sentindo o amor que não existe
Criando a mulher-perfeita, com minha alma imperfeita,
Transformando-me no que você não precisa
Queria segurar suas mãos, embalar seu sono, ver você dormir.
Tornar-me seu sonho, ver você acordar e o mundo se iluminar de azul,
Mas o amor que não existe vai se acabando
E o meu sonho ganhando tons de cinza
Cinza tempestade... É tudo que eu tenho de você
Alem das lagrimas que descem pelo meu rosto.
Antonio Reis
Enviado por Antonio Reis em 19/01/2007
Código do texto: T352363


Comentários

Sobre o autor
Antonio Reis
Divinópolis - Minas Gerais - Brasil
1 textos (25 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/09/20 12:12)