Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Desenredo

do corpo
que desconheço
cela nua
nunca vista

imagino um desenredo
em curvilínio
universo

na ponta dos dedos
teço mapas
para minha ânsia
acalmar

e nessas estradas
que vou
- viajante
sem destino -
aplaco tuas
montanhas
e perco-me no
teu mar
Edinara Leão
Enviado por Edinara Leão em 22/01/2007
Código do texto: T355110

Comentários

Sobre a autora
Edinara Leão
Santa Maria - Rio Grande do Sul - Brasil, 51 anos
22 textos (1124 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/09/20 18:28)
Edinara Leão