Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SOBRE POESIA

Ritmo de rimas estilhaçadas
Repetidas nas batidas rápidas
De verbos amargos, versos lúdricos
Que despertam primaveras
Elipses no silêncio
Da espera ora mórbida
Do disparo do gatilho...
Absurdos surreais, cegos, normais
Obscuro,onde a inconsciente humanidade
Desperta sentidos dormentes
Consumidos todos os dias
Nas ruas por onde passeia a pressa
E o caos da ordem lado a lado
Racionaliza sentimentos
A poesia ilude de amor e sonho
E desilude os desolados.
 
Franciane Cruz
Enviado por Franciane Cruz em 27/01/2007
Reeditado em 27/01/2007
Código do texto: T360344
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Franciane Cruz
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil, 39 anos
43 textos (2542 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 16/11/19 20:58)