Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nas profundezas desse olhar

Andei de braços dados pela rua
e teu amor provei, enternecido;
a tua voz gravei no meu ouvido
e ainda lembro a tua pele nua
ao nos beijarmos sob a luz da lua
e ao destacar do mundo a nossa lei
repleta de paixão. Agora eu sei
como é profundo o amor, bem mais que o mar.
Entrei nas profundezas desse olhar
e em lágrima de amor eu me afoguei.

Cantei ao teu ouvido uma canção
e divulguei ao mundo o meu amor
forte e sincero, raio multicor
que comandou de vez minha razão
ao som doce e sutil do coração,
canção de amor que me fez naufragar.
Entrei nas profundezas desse olhar
e em lágrima de amor eu me afoguei,
te fiz minha rainha, eu sou teu rei,
e os nossos corpos serão nosso lar.
Paulo Camelo
Enviado por Paulo Camelo em 20/07/2005
Código do texto: T36165
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Paulo Camelo
Recife - Pernambuco - Brasil, 72 anos
936 textos (291474 leituras)
36 áudios (11201 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/20 20:54)
Paulo Camelo

Site do Escritor