Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sublimação

A minha janela abre-se lentamente para a rua levada pelo vento...
Pingos de chuva salpicam os vidros transparentes.
Grudados à janela as gotas vão secando, escorrendo  lentamente
Refletindo pessoas, cores e sons que ecoam pelo tempo...
Em cada gota, um universo,
Diversas dimensões de vidas,
Porção do meu mundo refletindo verdades infindas.
Visão da esperança:
Cheiro de chuva, terra molhada...
Alma no espaço alçada.
A vida multiplica esperanças...
Sinto gotas cristalinas na face.
Refletem pessoas, sentimentos, momentos...
Aperta-me o peito.
Transborda meu coração em forte torrente.
Sorrio enquanto as lágrimas secam...
Sulcam fundas rugas em meu rosto...
Os fantasmas ignorantes e desconhecidos evaporam, lentamente...
Beau
Enviado por Beau em 29/01/2007
Código do texto: T362760

Comentários

Sobre o autor
Beau
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 58 anos
15 textos (492 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 28/09/20 16:06)
Beau