Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estagnação

Inerte, meio inconsciente,
Que rumo tomar?...
Onde acharei as saídas?
De todos os lados,
Portas que se fecham,
Caminhos desiguais...

Estagnei! Como pude chegar?
Onde estão as veredas
Que aqui me trouxeram?
E, agora, não as vejo,
Nem trilha, nem sombra,
Nem pegadas?...

Os marcos...
Por onde andarão?
Eu os fiz picada adentro.
Quem os desviou?
E as árvores?..
Quem as ceifou?

Meu campo,
Outrora florido, está putrefeito.
Flores murchas jazem pelo chão.
As larvas, malditas larvas!
Ousaram infestar o último reduto
De minha mais nobre cultura.

Recomeçar!
Refazer tudo outra vez,
Partindo do quê?!
Nem luzes, nem sombras vejo.
As sementes...
Sim, as sementes...elas germinarão!

                           
                           
Izabella Pavesi
Enviado por Izabella Pavesi em 31/01/2007
Reeditado em 22/01/2010
Código do texto: T365355
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Izabella Pavesi
Itajaí - Santa Catarina - Brasil
287 textos (37741 leituras)
2 áudios (76 audições)
2 e-livros (638 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/09/20 01:53)
Izabella Pavesi

Site do Escritor