Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CREIO QUE DORMES

CREIO QUE DORMES

Creio que dormes
corpo esquecido no leito
Cerrados, os olhos sonham.
O ventre liso sobedesce, frágil ninho.

Penso que, quando dormes
sejas de novo criança
estremecendo nas trovoadas
visitando os quintais da infância.

Penso que dormes
indefesa na sexta-louca
Tenho vontade de apanhar tuas mãos
entre as minhas, aquecê-las. Carinho.

Afagar teus cabelos
Os dedos acompanhando contornos
O desenho dos seios
A maciez do pescoço

No conforto do ventre, demora-se
o bastante para conter um suspiro.
Fulgem pelos, lábios e umidades:
desejo. O toque final evito.

Movido por carinho imenso
atrair teu corpo ao meu peito
traduzindo em terno abraço
o que a mobília da palavra não pode direito.

Creio que dormes
Sem querer adormeço.
jgmoreira
Enviado por jgmoreira em 10/02/2007
Código do texto: T376465


Comentários

Sobre o autor
jgmoreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
447 textos (4101 leituras)
122 áudios (2981 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 19:22)
jgmoreira