Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESPERANÇA

ESPERANÇA

Caminhamos pelas ruas de
São Sebastião do Rio de Janeiro
Em pleno dia da promissão.
Os rostos suados, olhos tristes
Mãos operárias, testas pagãs.
Andamos onde as pernas nos levam.
Pelas ruas de vidro percebemos
Olhos úmidos que vigiam:
São os nossos olhos
Refletidos nas teias que observam:
Tímidos.

Nos mendigos do centro da cidade
Percebe-se a perda dos sonhos
E desdém pelo que os cerca.
Em suas mãos, copos cheios
Denunciam corpos vazios
De expressão, de idéias
De expressão.

Caminhamos pela Praça XV
A ver iguais
O verde infecto
As ruas, que dantes foram mar
Enfeitadas de escamas de peixe
A rebrilhar no negro asfalto
Em chamas.

Procuramos surpresas e vivemos
A rotina: nossa aventura maior
À qual dedicamos por inteiro
Os dias, a vida inteira
Padecendo de cansaço e olheiras
De um amor noturno e repentino.

As pessoas correm, às pressas
Em busca de seus ofícios
Para matar a fome do amor
Que em casa trabalha
Cercada pelos rebentos.
Em cada olho vê-se a esperança
Nos faiscares verde-amarelos
No dia da promissão
Dia de salvação
Eleição
Colégio Eleitoral.


jgmoreira
Enviado por jgmoreira em 10/02/2007
Código do texto: T376544


Comentários

Sobre o autor
jgmoreira
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 61 anos
447 textos (4101 leituras)
122 áudios (2981 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 04:09)
jgmoreira