Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Apolo

O dia da gloria chegou
Nasceu para o céu infinito
No olhar de quem esperou
No altar do deus sol o sacríficio

Queimando na aura da vida
Seu horizonte esplendoroso
Sua chama ardente infinita
Dos deuses o mais vigoroso

Apolo que inflama o guerreiro
No calor de sua chama a batalha
Rasgando a carne como açougueiro
Quem cruza seu front veste a mortalia

O sol passa a ser seu escudo
Incenera o mundo em seu funeral
Pra quem achava ser absurdo
O homem acender seu brasal

O ser mitológico agora existe
O extinto vulcão acordou
O fogo de Apolo jamais desiste
Maldito é o homem que o desafiou

Agora o mundo sentira sua ira
Altar de cadaveres em seu sacríficio
Por brincar com a chama de sua vida
Fazendo do mundo um grande hospício.
Adam Lioncourt
Enviado por Adam Lioncourt em 12/02/2007
Código do texto: T378511

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre o autor
Adam Lioncourt
Porto Ferreira - São Paulo - Brasil, 35 anos
20 textos (529 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 04:28)
Adam Lioncourt