Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Primeira morada

Primeira morada
maria da graça almeida
 
Minha primeira morada,
tão singela e bela prenda...
uma casa na fazenda!
 
Modesta casa caiada,
na verde relva, plantada,
entre gerânios e heras.

Dos sonhos arrebatada,
com cheiro de mato e terra,
 cercada de primavera!

Vida  de encanto e doçura,
valsa de encontro e procura.
Portas abertas, à espera.
 
Na infância  e nas cantigas,
de novo, queria  a vida.
 Bom seria se assim  fosse!

Mas  nada me leva  até  lá,
nem a voz  do riacho doce,
nem o canto  do sabiá.

  Nem  mesmo  suspiros e ais
devolvem- me  às delícias
e  alegrias dos quintais.
 
Minha primeira morada,
tão singela e bela prenda...
uma casa na fazenda!
maria da graça almeida
Enviado por maria da graça almeida em 29/07/2012
Código do texto: T3802381
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
maria da graça almeida
São Paulo - São Paulo - Brasil
249 textos (16769 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/06/19 21:53)
maria da graça almeida