Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

de música e de poesia57

espaços espassos (músculos estáticos),
o diafragma a ebulir.
chiados de um lado, fome dali e
a ressureição de Dalí transportando a culpa para a nona dimensão.
Certa de quem vem a ornar (ordenando) meu dia, faço lábios de batom e olhos de meio-dia,
suspíro quatro cantos em vestes convincentes,
esperança de quem? sente meu hálito de cenouras nas louras camadas de areia em meu deserto.
Não me venha em estampas convencer-me que mais vale minha presença na contra-mão
que um cruzado mal-lavado na divisão dos estados áridos do centro-oeste, onde os ciprestes demarcam as avenidas. Onde
minha vida tem valor e a dor já aconteceu.
Seis anos atrás.  
Thai
Enviado por Thai em 16/02/2007
Código do texto: T384004

Comentários

Sobre a autora
Thai
São Paulo - São Paulo - Brasil, 37 anos
351 textos (6547 leituras)
2 áudios (42 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/09/20 11:29)
Thai