Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eco para a poesia Cárcere de - Luciana Rodrigues
Resposta que muito me deixou feliz. Não só pela beleza mas pela consciência e verdade com que foi escrito.

Eco nº 01 - Cárcere

Haverá entre as travas, sorriso ?
Ou mero ricto, um esgar?
De quem tem na vida um pesar,
E vive a morte, de sobreaviso.

Que mazelas, que segredos,
Escondem seus rostos sombrios?
De olhar mordaz (ou vazio?)
De quem fez de si, seu degredo.

Que dirás do cenário, é o justo?
Será mesmo justiça o julgamento?
“Dura Lex, sed lex”: A que custo?

O das almas que vagam no tormento,
De pagar sob a égide do injusto
Sem alçar redenção... ou lamento.

Luciana Rodrigues
Sônia C Prazeres
Enviado por Sônia C Prazeres em 18/02/2007
Código do texto: T386035


Comentários

Sobre a autora
Sônia C Prazeres
Santos - São Paulo - Brasil, 63 anos
178 textos (8633 leituras)
15 áudios (1759 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/09/20 04:48)
Sônia C Prazeres