Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PAZ EM SÉPIA

 

Elane Tomich



Hoje me reservo

paz na atmosfera.

Arrumo meu acervo

num pedacinho de glória.

Durmo quieta na espera

esfera que rolou da história



Demoli alguns tijolos

mas não toquei nos limites.

do cercado da emoção.

Trago a tiracolo

a vazão em que sumistes

e chego ao teu coração

com o alegre em vez do triste

teu cajado são minhas mãos.





Desse tanto de gostar

canto maior outro tanto.

Este som de acrobacia

do meu sabiá, encanto.

Sépia, afogado, teu canto

na voz da fotografia.



Teu riso em esperanto

crucifixo na parede,

os teu olhos confinados

no preso seco do pranto

aumentando um tanto a sede

do nosso amor penhorado



Ontem agora é hoje

assisto o primeiro ato.

Delicado anel, ex-voto

de santo artesanato

teu toque não mais me foge

chegamos ao fim do remoto.





Elane Tomich
Enviado por Elane Tomich em 30/07/2005
Código do texto: T38814
Classificação de conteúdo: seguro


Comentários

Sobre a autora
Elane Tomich
Teófilo Otoni - Minas Gerais - Brasil
319 textos (13179 leituras)
1 e-livros (130 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/09/21 16:51)
Elane Tomich