Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

...

Seus olhos de imensidão
Me transformaram em um anarquista
Seu medo da escuridão
Contra a vida,como um pugilista
Seu amor
Me joga sobre uma pira
Já morta,dor.
O que me resta dessa féria?
Me despedaçando por você...
Transportador
de minha linguagem do saber
em puro ardor.
Me redimo ao te admirar
sem ousar entrar.
Somente de longe a te contemplar
desejando que fôsses meu acordar.
Paixão incomum
de fogo e brisa.
Como tu,nenhum!
Amo-te por toda a vida.
Regiane Raquel
Enviado por Regiane Raquel em 21/02/2007
Código do texto: T388543


Comentários

Sobre a autora
Regiane Raquel
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 45 anos
226 textos (6052 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 24/09/20 19:22)
Regiane Raquel