Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Quase morto por promessa



 

 

Quase morto por promessa,

A jura tatuada em palavra

De ser feliz.

 

Porque a vida não interessa,

Verdadeiramente não presta,

decompor juros, cautelas, forrar paredes

no corpo de lógica e croquis

 

e esse amor que andar por aí,

sai levado na palavra

entre o corpo e a terra

ou no epitáfio da pedra.

 

Quase morto em promessa

Não me resta outro cair.

Constantino Mendes Alves
Enviado por Constantino Mendes Alves em 21/02/2007
Código do texto: T388699

Comentários

Sobre o autor
Constantino Mendes Alves
Portugal
324 textos (3971 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/01/21 21:44)
Constantino Mendes Alves