Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ALGO DE MIM

Talvez seja tortura,
O que me passa agora,
Talvez crises de loucura,
Ou apenas dores de outrora.

Fantásticos e lunáticos suspiros,
Que insistem em me calar,
Trazem grandes e fétidos delírios,
Que desaparecem se/ao me afagar.

Tornam-se passado os sorrisos,
Que se desfazem ao tardar da solidão,
Penso e choro por amor, em mil risos,
Que se entrelaçam e mostram-me paixão.

Calo os sonhos e encerro a vida.
Sinto o calor d’alma se esvaindo do corpo,
Reabro os olhos e reavivo-me na ida,
Dum futuro passado à busca dum topo.

Talvez d’alma,
Em busca d’algo,
Que mesmo em mim,
Se torna distante. Doce ainda... e amargo, muito amargo...
Edson Wander
Enviado por Edson Wander em 27/02/2007
Código do texto: T395378

Comentários

Sobre o autor
Edson Wander
Caratinga - Minas Gerais - Brasil, 36 anos
26 textos (420 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 13:54)
Edson Wander