Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sombras no Cais

Sombras no Cais
(Sávio Assad)
 
 Me vejo, neste imenso cais
Sentado a tua espera, sem esperanças
Lágrimas descendo em minha face nua
Destruindo sentimentos secretos.
 
Partiste sem marcar a hora
Deixaste meu coração partido
Sem um aceno, sem um adeus
Como um pássaro fugitivo.
 
Me vejo, neste imenso cais
A procura do que me restou
 Machucado e sem noção do vazio
Que me devora, com um novo amanhecer.
 
Niterói - RJ - 26/02/2007
Sávio Assad
Enviado por Sávio Assad em 27/02/2007
Código do texto: T395944

Comentários

Sobre o autor
Sávio Assad
Niterói - Rio de Janeiro - Brasil
432 textos (29941 leituras)
19 áudios (1392 audições)
4 e-livros (106 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 12/12/19 11:22)
Sávio Assad