Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRECE CABOCLA!!!

Senhô... Acabei de chegá
Meu joeio aqui, agora vo dobrá
Uma prece no artá, pr'ocê vo rezá
Vê aí Senhô, se pode me ajudá...

Meus pedidos, prá ti, aqui vo fazê
Prometo num demorá, nem aborrecê
Se o Senhô, assim, me concedê
Agradecido prá sempre, vo sê.

Peço cas força do meu coração
Num dexa fartá alimentação
Pra famia, pros bicho de criação
Que deixei chorano no meu sertão!

Preciso tamém arrumá um trabaio
Faço de tudo, sô um quebra-gaio
Sô forte, valente, acredite, num caio
Ficano parado, aí eu desmaio!!!

Afasta de mim a sardade mardita
Que sinto do Jão, da Aninha e da Rita
Tira do peito, a dor tão duída
Dê dexá prá traz, a famia querida

Brigado Senhô, pro mi escutá
Agora preciso um lugá arrumá
Prá depois dos trabaio, podê discansá
Brigdo, Senhô, prometo vortá

Ah! Mais ressarva, Senhô vo fazê
Depois do trabaio, que eu conhecê
O salário que ganhá, em treis parte vai sê
Uma parte prá mim, outra prá minha muié
Mais a primeira, Senhô, via sê pra Ocê!!!

Brigadu, Senhô, assim vo fazê!!!



Quando escrevi esse texto...

Pensava, no homem e sua valentia.
Saíndo do campo, deixando a família.
Para trabalhar, nessa selva, de pedra fria.
O coração sangrando, de tanta agonia.
Acreditando ser aqui, sua valia.
Sem saber, o que , aqui encontraria.
Procurando o Deus da sabedoria!
Que é seu rochedo, e o acompanharia.
Na longa jornada, que se iniciaria
Caboclo é valente! Jamais se acovardaria!!!


Lanna Agda
Enviado por Lanna Agda em 07/03/2007
Reeditado em 03/10/2009
Código do texto: T404141


Comentários

Sobre a autora
Lanna Agda
Londrina - Paraná - Brasil
525 textos (55104 leituras)
2 e-livros (181 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 01/10/20 04:40)
Lanna Agda