Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sempre

Como manhã de sol, com brisas leves
Como canção suave, tocando debaixo da janela
Vi sem correntes o doce do teu sorriso
Só as cordas vocais sussurram nossa melodia
 
Sempre sei das esquinas onde o vento te busca
Sempre ouço as batidas na janela
Porque sei que é de novo madrugada
E não vai amanhecer cinza nos teus olhos
 
A alegria pede passagem outra vez
Estréia a liberdade nessa passarela
Porque nada acontece ao acaso
 
Sorria, eu estou te filmando
Com um brinde à cumplicidade verdadeira
Sempre, e mais um pouco
Antes e depois do hoje
Angélica Teresa Almstadter
Enviado por Angélica Teresa Almstadter em 08/08/2005
Código do texto: T41333

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.

Comentários

Sobre a autora
Angélica Teresa Almstadter
Campinas - São Paulo - Brasil, 65 anos
1101 textos (64473 leituras)
25 áudios (3312 audições)
1 e-livros (254 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/07/20 09:22)
Angélica Teresa Almstadter