Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Condolências

Condolências
           Delasnieve Daspet
.
Apresento-lhe as minhas condolências....
Homem, como iria imaginar que este dia chegaria?
Mas chegou!
.
Hoje decretamos o fim do amor...
A angústia que toma conta
É indiscritível.
.
E, meu Deus!
Ainda temos de caminhar juntos!
.
De que adianta maquiar as ocorrencias,
Dizer que a culpa é de outrem,
Do sistema?
Não é verdade!
.
Olhe-se no espelho e verás o algoz,
És tu, Homem,  o único responsável
Pela finitude da vida.
.
És tu, o extermiandor do futuro,
Do ar, das plantas, das águas, da vida,
és tu!
.
E todos nós, os outros, somos Pilatos,
Lavamos as mãos frente a tua indignidade!
.
Ficamos surdos aos que tem gritado,
Cegos, às mazelas apresentadas,
Orgulhosos, fomos dominados pelo ego,
Viramos, todos, robôs!
Delasnieve Daspet - Campo Grande-MS, 14.02 de 2013.
Delasnieve Daspet
Enviado por Delasnieve Daspet em 03/04/2013
Código do texto: T4222177
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Autoria: Delasnieve Daspet). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Delasnieve Daspet
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil, 68 anos
694 textos (32056 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/07/19 23:10)
Delasnieve Daspet